Mulher ouve vozes estranhas em sua cabeça há cerca de 20 anos. | Resumo.


Há alguns anos Laura Molding de 23 anos, decidiu recorrer aos médicos por um problema: ela ouve vozes de homens, mulheres e crianças todos os dias. 

Médicos encontraram um desvio muito raro que pode ser devido a uma doença mental ou anormalidade cerebral.

Crianças costumam encontrar amigos imaginários por várias razões na infância, porém no processo de crescimento essas diversões desaparecem e a criança começa a viver uma vida normal sem ouvir as vozes de seus companheiros. 

Laura Molding é uma exceção rara. O problema começou aos três anos de idade, e as vozes de um filhote de leão e um ursinho de pelúcia do amado desenho animado surgiram bruscamente. Os heróis pronunciavam a mesma frase todas as vezes: "Estou indo atrás de você".

Aos 15 anos, a condição da garota piorou, suas vozes a levaram à depressão, ela estava pronta para cometer suicídio. Os pais imediatamente levaram a filha a um psiquiatra. A voz dizia constantemente que Laura era inútil e ninguém a amava.

A mulher compara a condição de como estar em uma sala cheia de pessoas. As vozes pressionam e atacam, faz você se sentir desconfortável. 

O mais triste é que os pais não prestaram atenção imediatamente às histórias da menina na infância sobre as vozes de assédio. Como resultado, Laura se fechou por vários anos.

Os médicos disseram que a mulher definitivamente não é esquizofrenia. 

Eles diagnosticaram depressão com alucinações e delírios. Para lidar com os próximos "ataques" de vozes, Laura usa música ou toma remédios. 

[Planeta]