Nosso sistema estelar mais próximo pode ter um planeta com um conjunto colossal de anéis. | Resumo.


De acordo com observações conduzidas por cientistas do Observatório Astronômico de Padova, na Itália, o sistema planetário Próxima Centauri, situado a apenas 4,5 anos-luz de distância de nós, abrigaria um planeta com um sistema de anéis colossal – algo que daria inveja ao nosso belíssimo Saturno.

O exoplaneta em questão seria o Próxima c, um mundo do qual os astrônomos só descobriram evidências em 2019, mas cuja existência não foi confirmada ainda. E, agora, os novos dados coletados pelo grupo de Padova indicaram que o astro, caso exista mesmo, talvez esteja rodeado por um gigantesco disco de poeira cósmica e possivelmente vários anéis.

Adereços cósmicos

Segundo Leah Crane, do site New Scientist, na realidade, o objetivo dos astrônomos era o de obter uma imagem de Próxima c – a que se tornaria a primeira “foto” do planeta e comprovaria a sua existência. Para isso, o time fez uso de um instrumento presente no Very Large Telescope, um conjunto de telescópios do Observatório Europeu do Sul (ESO) instalados no Deserto do Atacama, no Chile, com o propósito de capturar alguma luz refletida pelo exoplaneta.


Obter dados para gerar uma imagem do Próxima c foi um desafio e os cientistas tiveram que combinar diversas observações para isso. No entanto, o processo revelou que o planeta aparentemente é bem mais brilhante do que o esperado para as suas dimensões – e foi daí surgiu a possibilidade de que o astro abrigue um sistema de anéis.

Os astrônomos explicaram que, em comparação com Saturno, o Próxima c seria um planeta menor, mas com anéis pelo menos 2 vezes mais largos e brilhantes. Além disso, caso a existência do astro realmente seja confirmada, sua órbita e dimensões sugerem que se trata de um mundo relativamente “velho” – mas serão necessárias outras tantas observações para provar que o Próxima c habita mesmo no sistema planetário vizinho ao nosso e que ele conta com “adereços” cósmicos tão exuberantes como parece.










Com a Informação New Scientist.

 
document.querySelectorAll('img').forEach(function(img) { img.src = img.src.replace('/s72-c','/s1600'); });