Que outras surpresas estão reservadas na superfície marciana? Crédito de imagem: NASA / JPL-Caltech

O rover Perseverance da NASA descobriu compostos orgânicos em rochas e poeira no chão da cratera de Jezero.

Certamente foi um ano cheio de acontecimentos para o rover, foi lançado em julho de 2020, pousou na superfície do Planeta Vermelho em fevereiro, dando início a uma nova era de exploração em Marte com o objetivo final de determinar se a vida pode ter existido uma vez lá.

Dez meses depois, os cientistas revelaram nesta semana que a exploração da cratera de Jezero pelo rover resultou na descoberta de compostos orgânicos na poeira e na rocha.

Embora isso não signifique necessariamente que existe (ou havia) vida em Marte, a descoberta é significativa porque mostra que as rochas em Marte são capazes potencialmente de revelar evidências de vida.

A descoberta foi feita usando um novo instrumento a bordo do rover - o Scanning Habitable Environments with Raman and Luminescence for Organics and Chemicals, ou "SHERLOC".

"O Curiosity também descobriu substâncias orgânicas em seu local de pouso na cratera Gale", disse o cientista planetário da NASA Luther Beegle.

"O que SHERLOC acrescenta à história é sua capacidade de mapear a distribuição espacial de orgânicos dentro das rochas e relacionar esses orgânicos aos minerais encontrados lá."

"Isso nos ajuda a entender o ambiente em que os orgânicos se formaram."

"Mais análises precisam ser feitas para determinar o método de produção dos orgânicos identificados."
 
});