Para milhões de cidadãos tudo está se normalizando após muitos meses presos dentro de casa, uns estão tentando reerguer seu pequeno negócio, já outros estão juntando os cacos para um novo recomeço etc.

 Poucos são os que têm noção do que se passa na geopolítica do mundo, infelizmente todo esse jogo de interesses dos países do globo pode acarretar problemas inimagináveis. China, Estados Unidos, Rússia, Reino Unido e por baixo cinicamente alguns países da União Europeia estão travando um verdadeiro jogo de xadrez, cujas peças são os países menos desenvolvidos.

 O Brasil por exemplo até o momento está sob a influência dos Estados Unidos, por ser um país gigantescamente rico nos mais diversos tipos de recursos naturais, vem enfrentando uma guerra silenciosa, porém pouco se ouve falar porque não é de interesse que essas informações sejam difundidas.

 A China tem mexido as peças através do judiciário, deputados, senadores e alguns governadores, os investimentos chineses têm crescido tanto que fala-se em construir cidades pelo interior do país, ou seja, nada mais é do que uma nova colonização. 

 A Rússia por outro lado, através da sua famosa e oculta rede de espiões que transitam pelo Brasil livremente, se infiltraram na Venezuela no intuito de prosseguir na desestabilização da região, lembre-se que não há países bonzinhos, tudo é jogo de interesse.

 Para a Rússia é melhor a Venezuela desestabilizada do que organizada, a Venezuela detém as maiores reservas de petróleo do mundo e para a Rússia manter a desestabilização é fundamental para que o país continue a vender seu petróleo sem mais uma concorrência.

 O Reino Unido usa a técnica do idioma para mudar os costumes, essa influência é bem nítida aos olhos, alguns países da União Europeia são mais contidos, no entanto, também estão mexendo as peças. No mundo o Brasil e a América do Sul são muito disputados, e por terem povos muito alienados, irá vencer quem tiver mais influência.  

LeandroAB.25@gmail.com

 
});