Andando pelas pedras que corta o rio, Victor tirou do bolso o pequeno caderno para anotar a variedade de plantas entre as pedras, sentou-se e calmamente corrigia algumas anotações; os raios solares aquecem o teu rosto frio, demasiadamente cansado por mais uma noite perdida, deita-se sobre a pedra do rio.

 Minutos depois assusta-se com os macacos nos galhos das árvores brigando por comida, pôs o caderno no bolso, retornou para a sala de pesquisa perto da estrada próxima a uma reserva indígena, de repente Victor fica cara a cara com uma onça, o animal paralisado acautela-se.

 Victor manteve a calma e permaneceu firmemente paralisado também, olhava para o chão evitando o olhar direto para o animal, horas se passaram até a onça cansar e se dá por vencida, quando percebeu que o perigo havia passado, Victor cautelosamente andou até sua sala de pesquisa; e dormiu até o seguinte dia.

 Tiramos uma lição de Victor, a melhor maneira de vencer os obstáculos é ter paciência e esperar de maneira cautelosa do que ser imprudente e tomarmos ações desnecessárias que não levará a nada.

LeandroAB.25@gmail.com

 
});