Em Israel, durante escavações arqueológicas, um ovo de galinha foi encontrado em uma das fossas, a concha está perfeitamente preservada. A descoberta foi encontrada no local da cidade bizantina de Yavna, a razão pela qual o ovo sobreviveu é porque estava entre fezes humanas, explicam os cientistas.

Não se sabe como foi parar na fossa, os judeus ainda estavam há 2.300 anos engajados na criação de aves e comiam ovos de galinha. É uma fonte de proteína que não requer condições especiais de armazenamento.

Fragmentos de cascas de ovo já foram encontrados muitas vezes antes: na Cidade de David, em Apolônia e em outras cidades. Mas ovos inteiros nunca foram encontrados porque são muito frágeis. Se a casca for danificada por um golpe ou furo, ela seca. A descoberta foi transferida para um laboratório para pesquisas.  

No laboratório, o achado de mil anos quebrou, a principal tarefa dos cientistas é preservar os restos mortais e possivelmente examinar o conteúdo. Bonecos coptas do período islâmico também foram encontrados no local da escavação junto com o ovo. Eles eram usados ​​naquela época como brinquedos para crianças, os bonecos não têm nada a ver com magia negra e rituais.

[Planeta]

 
});