Ho Wan Lang viveu longe da civilização por 40 anos. O que ele estava fazendo todo esse tempo? Ele caçava, colhia bagas e frutos e, de todas as maneiras possíveis, evitava qualquer contato com as pessoas. Por mais de 8 anos, esse vietnamita viveu em uma pequena vila e nunca para de surpreender os outros com histórias incríveis.

Em 1972, seu pai o pegou ainda muito jovem, e fugiu para a selva para se esconder da Guerra do Vietnã. As ações aconteceram na área de Taicha Quang Ngai. Por décadas viveram na floresta tropical, ensinou a criança a caçar e sobreviver na selva.

Depois de adulto, Ho pôde construir uma cabana com materiais de sucata, criar algo como roupas com folhas e caçar sem armas modernas. Ele também disse que não sabia sobre a existência de mulheres. Meu pai nunca falou sobre elas.

Só aos 41 anos, quando o vietnamita conheceu Álvaro Cerezo, ele soube que não havia guerra, havia mulheres e que era seguro na aldeia. Este encontro mudou radicalmente sua vida. Há 8 anos, o homens vive entre as pessoas. Foi difícil para ele se adaptar, mas não quer voltar para a selva. Ho também diz que viveu toda a sua vida e não conhecia conceitos como bem e mal, amizade, etc.

No primeiro ano de adaptação, o homem frequentemente adoecia, porque não tinham imunidade a muitos vírus. Apesar de todas as dificuldades, Ho adora sua nova vida e ainda espera encontrar uma esposa para si mesmo.

[Planeta]

 
});