O 'que causa medo'. Crédito da imagem: Jorge Blanco / Journal of Vertebrate Palaeontology Os

Descoberto na região da Patagônia do país sul-americano, esse enorme réptil vagou pelo continente há 85 milhões de anos, durante o período Cretáceo.

Medindo cerca de cinco metros de comprimento, era um pouco menor do que o Tyrannosaurus rex, e era capaz de dar uma mordida forte e teria sido um predador cruel e mortal.

Também se acredita que tinha uma audição superior e seria um caçador muito eficaz.

Foi chamado de Llukalkan aliocranianus, que significa "aquele que causa medo" na língua local.

Durante a escavação, os paleontólogos também descobriram os restos mortais de outro predador - Viavenator exxoni - que era um pouco maior do que Llukalkan.

Encontrar os dois juntos no mesmo local foi particularmente incomum.

"Llukalkan era um pouco menor do que Viavenator, embora, se eles vivessem juntos, certamente compartilhavam o mesmo nicho ecológico e se alimentavam da mesma presa, teriam competido um com o outro e até comido um ao outro", disse Federico Gianechini da Universidade Nacional de San Luis Argentina.

[BBC News]
 
});