O Brasil é um país tão diligentemente aparelhado que daria inveja a qualquer família de mafiosos, desde a justiça até a pseuda-democracia são usadas nesse caldeirão de lavagem de dinheiro e arrombamento dos cofres públicos; cinicamente aberto e escancarado para todos os olhos verem.

 Na máfia há o chefe, aquele que fica por trás de todo o esquema, mas prudentemente se mantém no sigilo sendo praticamente intocável, mexe as cartas do baralho ditando e ordenando tudo; os subchefes que na sua grande maioria são mais próximos do chefe, brindam o cabeça da pirâmide. Levando as ordens para os da camada mais baixa que geralmente são chamados soldados.

 Em Nova Iorque entre os anos de 1960 até o final dos anos de 1970, a máfia controlava pesadamente os sindicatos, várias famílias mafiosas eram tão temidas que os próprios políticos facilmente eram corrompidos. O crime organizado em Nova Iorque foi neutralizado e erradicado.

 No Brasil a máfia política corromperam tudo com suas ideologias, muitos sindicatos, jornais, faculdades, colégios e o judiciário estão nas mãos de partidos políticos; a força da máfia brasileira é demasiadamente grande, para combater essa colossal organização criminosa é impossível porque usa da estrutura estatal como blindagem na prática dos crimes.

 
});