O grande número de ratos está tornando difícil para as empresas lidarem com a situação. Crédito da imagem: CC BY 3.0 CSIRO

Além de devastar estoques de alimentos e depósitos de lixo, os roedores também representam um perigo para os humanos - especialmente para crianças pequenas - devido à sua tendência para morder.

Várias pessoas já foram hospitalizadas, enquanto lojas e supermercados foram obrigados a armazenar todos os alimentos em recipientes lacrados para impedir que os animais tenham acesso a eles.

"Toda vez que eu abro um armário, toda vez que vou para a despensa, há ratos presentes", disse o especialista em roedores Steve Henry.

Do jeito que as coisas estão, não há muito a fazer a não ser esperar e torcer para a chegada do tempo mais frio - ou, alternativamente, uma chuva torrencial - acabe com a infestação de uma vez por todas.

 
});