Tatsuki, um cartunista japonês, tem uma habilidade especial de prever desastres futuros por meio de sonhos. Em seu gibi de 1999, “The Future I See” (O futuro eu vejo), ele documentou 15 sonhos preditivos que teve entre 1985 e 1999. Surpreendentemente, esses sonhos estão se tornando realidade. Dessas 15 previsões, 12 e meia foram cumpridas.

Tatsuki diz que teve alguns sonhos estranhos nos últimos anos. Em seus sonhos, ele viu o cenário de futuros desastres tanto grandes quanto pequenos, somando num total de 15 casos. Um dos sonhos se tornou realidade 15 dias depois, ele decidiu publicar os seus sonhos na forma de desenhos em 1999.

Os sonhos de Tatsuki tem uma característica de se tornarem realidade após 15 dias ou 15 anos depois. Se não acontecer após 15 anos, acrescente mais 15 anos. Do total de 15 sonhos nos quadrinhos há apenas 2 sonhos não realizados, a saber, a erupção vulcânica do Monte Fuji e o tsunami de Yokohama. Vejamos primeiro alguns casos que foram cumpridos no passado.

Em 2 de janeiro de 1995, Tatsuki sonhou que em algum momento no futuro, a região de Kobe, no Japão, sofreria grandes danos e desastres. Infelizmente, 15 dias depois, em 17 de janeiro de 1995, esse sonho se tornou realidade.

Às 5:46:52 da manhã daquele dia, um terremoto de magnitude 7,3 atingiu a região de Kobe, no Japão, conhecido como Terremoto de Kobe, o maior terremoto urbano direto no Japão desde o terremoto de 1923 em Kanto. Kobe era uma cidade grande e densamente povoada no Japão na época, e o terremoto matou mais de 6.000 pessoas, feriu mais de 40.000, danificou mais de 600.000 casas em vários graus e causou perdas econômicas de 10 trilhões de ienes.


Em 11 de março de 1996, Tatsuki sonhou com um super desastre que iria ocorrer no leste do Japão, 15 anos depois o sonho de Tatsuki se tornou realidade novamente.

Em 11 de março de 2011, às 14:46:18, um terremoto de magnitude 9,0 atingiu o Oceano Pacífico a leste da cidade de Sendai, no leste do Japão. Foi o primeiro terremoto a ultrapassar a magnitude de 9 registrado no Japão e desencadeou um tsunami de 40 metros de altura, acompanhado por um grande vazamento nuclear. O desastre, que matou pelo menos 15.000 pessoas, deixou mais de 2.000 desaparecidos, feriu mais de 6.000 e danificou mais de 1,2 milhão de casas, foi designado o Dia Nacional de Prevenção de Desastres do Japão em 11 de março.

Tatsuki também previu o surto de coronavírus. Em 2 de janeiro de 1995, Tatsuki viu uma passagem em seu sonho:

“Um vírus aparecerá em 2020, com pico em abril, e voltará novamente daqui a 10 anos, mas não é uma doença com alto índice de letalidade.”

Embora algumas partes da previsão sejam um pouco diferentes da situação real, ela menciona com precisão que haverá um surto de vírus neste ponto em 2020.

Em relação às duas previsões que ainda não ocorreram, em 20 de agosto de 1991, Tatsuki viu a explosão do Monte Fuji em seu sonho. O Monte Fuji é um vulcão ativo. A última erupção foi em 1707. Está adormecido há mais de 300 anos. Em abril de 2020, o governo japonês emitiu um aviso prévio. Em julho, houve relatos sobre as mudanças anormais na lava do Monte Fuji. Muitas pessoas temem que esse sonho infelizmente se torne realidade em 2021.

Entre junho e setembro de 1981, Tatsuki sonhou várias vezes com um tsunami em Yokohama, província de Kanagawa, Japão. Se o sonho de Tatsuki se tornar realidade, algumas pessoas especulam que essa previsão pode ser cumprida em 2026.

Além dessas previsões mais conhecidas, os sonhos de Tatsuki também previram com precisão outras coisas, como a morte da princesa Diana, a morte de um cantor japonês e assim por diante. Sua previsão também foi publicada em um site oficial chamado “Busy Detective Agency”.


Alguns relatos da mídia apontaram que na capa da história em quadrinhos “Eu Vejo o Futuro” havia uma garota que cobria metade do rosto com uma das mãos, apenas um olho estava exposto, e a história em quadrinhos estava relacionada ao “olho que tudo vê” da Maçonaria.

[SouLask]

 
});