No início não existira o nada, o nada fora criado, e para que o nada fosse criado havia o início. O início formara o universo; a gigante estrela chamada por nome sol resplandeceu iluminando com vastidão as trevas, assim o início regendo todo universo colocou cada planeta em seu determinado lugar. 

 O início caminhava nas águas da terra, e fez separação da terra e água. E a palavra criou os céus e a terra; os animais e todos os seres viventes. Se agradou e alegrou-se de suas criações. 

 Um certo dia, um enganador induziu a criação do início a desobedecê-lo; a partir desse dia o mal entrou no mundo. Então o início falou:

 — Eu sou o Senhor. 

 Revelou o seu verdadeiro nome acrescentando: — Temos que salvar a humanidade, pois estão em perdição.

 E deu-se o plano da salvação, anos se passaram com a maldade e o pecado da humanidade crescendo, com a aflição e angústia de muitos suplicando por socorro. Então veio a palavra; e a palavra estava com o início; e a palavra se fez carne. Não havia erro ou pecado porque ele é a verdade.

 Como uma ovelha caminhando para o matadouro foi crucificado,e na sua carne levava os pecados do passado, presente e futuro deixando um novo caminho que leva à salvação.

“Tornou, pois, a entrar Pilatos na audiência, e chamou a Jesus, e disse-lhe: Tu és o Rei dos Judeus?

Respondeu-lhe Jesus: Tu dizes isso de ti mesmo, ou disseram-te outros de mim?

Pilatos respondeu: Porventura sou eu judeu? A tua nação e os principais dos sacerdotes entregaram-te a mim. Que fizeste?

Respondeu Jesus: O meu reino não é deste mundo; se o meu reino fosse deste mundo, pelejariam os meus servos, para que eu não fosse entregue aos judeus; mas agora o meu reino não é daqui.

Disse-lhe, pois, Pilatos: Logo tu és rei? Jesus respondeu: Tu dizes que eu sou rei. Eu para isso nasci, e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz.

Disse-lhe Pilatos: Que é a verdade? E, dizendo isto, tornou a ir ter com os judeus, e disse-lhes: Não acho nele crime algum.

Mas vós tendes por costume que eu vos solte alguém pela páscoa. Quereis, pois, que vos solte o Rei dos Judeus?

Então todos tornaram a clamar, dizendo: Este não, mas Barrabás. E Barrabás era um salteador.”

João 18:33-39

 
});