Jack Hibbs é pastor, ele acredita que a vacina contra o coronavírus será usada para controlar o público. Assim, as pessoas "aceitarão a marca da besta", uma das profecias mais terríveis da Bíblia.

O pastor começou durante seu sermão a comparar a vacinação com outros métodos de proteção durante uma pandemia - lavar as mãos, usar antissépticos e máscaras. Jack Hibbs acrescentou ainda que a vacina do COVID-19 se tornará uma marca no corpo, que, como diz a profecia, será entregue a todas as pessoas durante o fim do mundo.

O recém-eleito presidente dos EUA, Joe Biden, começou a declarar que a vacinação contra o coronavírus não seria obrigatória em todo o país. Mas os empregadores e diretores de escolas podem exigir que seus funcionários e alunos sejam vacinados.

A "marca da besta" é mencionada no capítulo 13, versículo 18 do livro bíblico do Apocalipse. Os teólogos interpretaram esse versículo de maneiras diferente, alguns acreditam que o sinal no sentido literal da palavra significa uma tatuagem ou, por exemplo, algum tipo de marcador de identificação. Outros estão mais inclinados a acreditar que este é um compromisso com o sistema monetário ou com um governo secular. Um pequeno número de teólogos sugeriu que o número 666 poderia significar um determinado código numérico que se refere a um determinado período de tempo ou um líder mundial.

[Planeta]

 
});