No final do ano, os astrônomos esperam ver um fenômeno cósmico raro chamado de “estrela do Natal” no céu. Será causado pelo fato de Saturno e Júpiter se aproximarem a uma distância mínima para se tornarem um ponto de luz super clara.

Esses dois planetas estarão em uma linha reta no sistema solar há algumas semanas, mas no final de dezembro eles poderão ser visto da terra. Isso acontecerá no dia 21 de dezembro de 2020, no dia do solstício de inverno, quando o dia é o mais curto e a noite o mais longo. Júpiter e Saturno parecerão um “planeta duplo” pela primeira vez desde a Idade Média.

“Alinhamentos entre os dois planetas são bastante raros, eles acontecem uma vez a cada 20 anos, mas esta conjunção é unicamente devido a quão perto os planetas estarão um ao outro,” 

Observa-se que o fenômeno celestial incomum pode ser observado de qualquer lugar do planeta. Basta que o céu esteja claro no dia. A “Estrela do Natal” pode ser vista no céu ocidental cerca de uma hora após o pôr do sol, quando vista do hemisfério norte.

Astrônomos já estão preparando equipamentos para analisar em detalhes o próximo evento. Tudo é muito sério, porque a segunda reaproximação entre Júpiter e Saturno não pode ser esperada tão cedo.

Não haverá uma colisão de planetas. Se você tem a impressão de que algo terrível está para acontecer no sistema solar, os astrônomos garantiram que não há motivo para preocupação.

[SouLask]

 
});