Ocorreu uma anomalia no campo magnético da Terra, os cientistas não conseguem explicar. | Resumo.


Em um laboratório no Reino Unido os magnetômetros registraram flutuações estranhas no campo magnético do planeta que durou cerca de meia hora. Os cientistas ainda não conseguiram identificar o que aconteceu.

Quando Stuart Green chefe do laboratório britânico viu uma anomalia decidiu primeiro verificar as informações sobre a velocidade do vento solar. 

Surpreendentemente naquele dia não havia fluxos que pudessem "excitar" o campo magnético. Stuart decidiu entrar em contato com colegas de outros países. 

Uma anomalia magnética ocorreu não apenas no Reino Unido, mas em todo o mundo.

Os cientistas apresentaram várias teorias para explicar o que havia acontecido. 

Na física, o que aconteceu é chamado de "pulsação contínua". Pode-se imaginar uma folha de papel em que alguém está soprando. O vento solar pode ter um efeito semelhante na magnetosfera. No entanto, conforme determinado, não havia vento solar em 23 de junho.

Sabe-se que um campo magnético é formado como resultado de processos no núcleo. Consequentemente a verdadeira causa das vibrações pode ser escondida no subsolo. 

No núcleo, de acordo com os cientistas, algo está realmente acontecendo. Por exemplo, na Sibéria a temperatura está aumentando rapidamente. O aquecimento chegou a tal ponto que a floresta começou a criar vapores.

Até agora ninguém pode dizer o que exatamente acontece no núcleo. Novas pesquisas poderá acontecer.


Com a Informação Planeta.

 
document.querySelectorAll('img').forEach(function(img) { img.src = img.src.replace('/s72-c','/s1600'); });