Isso acontece com seu corpo quando você come muito queijo. | Resumo.

A ingestão moderada de queijo fornece nutrientes essenciais como cálcio, fósforo, vitamina A e B12, niacina e proteína. Mas quando você exagera, seu corpo pode experimentar muitos efeitos negativos.

O queijo é um daqueles alimentos que tende a estragar muito. Várias investigações científicas chegaram a comparar sua tendência viciante com a das drogas. Quando comemos queijo, nosso corpo transborda liberando endorfinas devido à reação de uma proteína conhecida como caseína, que produz efeitos semelhantes aos dos opiáceos quando digeridos.

Mas nem todos os queijos são iguais. Alguns podem ser considerados saudáveis ​​e outros nem tanto. Entre as que podem nos beneficiar estão as versões orgânicas de ricota, queijo feta, mussarela ou de origem suíça como queijo gruyer ou emmental.

Quando você come queijo de forma moderada, pode até ajudá-lo a prevenir doenças como a osteoporose. Também beneficia a sua saúde dental, fornece gorduras, proteínas e vitaminas saudáveis. Além disso, favorece os músculos e fortalece o sistema imunológico.

No entanto, se você exagera no consumo de queijo, esses são alguns dos efeitos negativos que podem trazer à sua saúde.

  • Causa ganho de peso

Várias investigações já o verificaram, como esta de 2016 cujo resultado revela que ingerir queijo em excesso ou misturado com outros alimentos não saudáveis ​​nos leva a ganhar peso. 

Seu consumo geralmente está ligado a outros alimentos com alto teor de gordura e baixa fibra, como produtos de panificação, massa de pizza, fast food, entre outros.
  • Gera distúrbios estomacais

O consumo excessivo de produtos lácteos está associado a um maior risco de distúrbios estomacais, como inchaço e gases, especialmente para pessoas que não toleram lactose. 

Deve-se prestar atenção a sintomas como flatulência, dor abdominal e inflamação do estômago. Como não contém fibra, seu processo digestivo pode ser afetado e subsequentemente sofrer de constipação.

  • Aumento do risco de doença cardíaca

Embora o queijo possa ser incorporado a um plano de alimentação saudável se consumido com moderação, a ingestão com frequência em grandes porções (especialmente as que contêm alto teor de gordura saturada) pode aumentar o risco de doença cardíaca. 

A situação pode piorar quando você tem patologias anteriores ou tem um histórico familiar de colesterol alto. De qualquer forma, a gordura saturada nunca deve exceder 10% do total de calorias diárias.

  • Aumentar os níveis de sódio

Os níveis de sódio em pessoas com hipertensão devem permanecer controlados. Uma pessoa com esta doença crônica não deve exceder um consumo diário de 2,4 gramas de sódio.

  • Aumenta o risco de contrair câncer

Nos Estados Unidos, o Comitê de Médicos para Medicina Responsável solicitou que o queijo com alto teor de gordura fosse rotulado com um aviso de risco de câncer de mama, pois contém vestígios de hormônios reprodutivos (estrógenos) do leite de vaca.

Um estudo financiado pelo Instituto Nacional do Câncer e conduzido pelo Instituto Roswell Park de Câncer constatou que as mulheres que consumiam uma quantidade maior de laticínios com alto teor de gordura tinham um risco 53% maior de desenvolver câncer de mama.

[Grandes Medios]

 
document.querySelectorAll('img').forEach(function(img) { img.src = img.src.replace('/s72-c','/s1600'); });