A mudança de pólo magnético é causada por ventos no núcleo da Terra. | Resumo.


Recentemente, o Pólo Magnético do Norte começou a se mover rapidamente em direção à Sibéria e os cientistas não conseguem entender.

Ninguém sabe exatamente o que forma o campo magnético do planeta. A maioria dos cientistas está inclinada à versão de que foi formado pelo movimento de vórtice do metal derretido a alta temperatura, localizado no núcleo externo da Terra. Este fato também é confirmado por simulação em computador. Dois enormes vórtices estão localizados na região do campo magnético do norte. Um deles fica mais perto da Sibéria e o segundo está localizado na região do Canadá. Esses vórtices podem formar algo parecido com crateras no núcleo, que se movem a uma velocidade incrível o tempo todo.

Dependendo da posição dos vórtices, um campo magnético é formado e isso é registrado pelos cientistas como um pólo magnético. Se apenas um funil se mover, o próprio pólo começará a se mover. Se um funil se move mais rápido que o segundo, ocorre uma mudança de pólo perceptível.

Essa teoria é bastante interessante e até certo ponto nos permite explicar os processos que atualmente ocorrem na atmosfera do planeta. Os cientistas também sugeriram que no núcleo externo da Terra, ventos idênticos aos observados na superfície podem soprar. Vale a pena notar que ninguém sabe como tudo o que acontece para a humanidade terminará, tudo o que resta é observar o desenvolvimento dos eventos. Mas quando o deslocamento do pólo começar, isso não será esquecido e não será ignorado.









Com a Informação Planeta.

 
document.querySelectorAll('img').forEach(function(img) { img.src = img.src.replace('/s72-c','/s1600'); });