janeiro 09, 2020
0

O estudo dos fenômenos óvnis é, as vezes, tem muitas contradições.
As pesquisadores de óvnis lutaram até sua última força para convencer ao mundo que alguns casos, não tem nenhuma evidência física atrás deles, esses casos são verídicos, ainda mais, em outras ocasiões, casos que tem pelo mesmo algo físico que foram ignorados.

Pelo exemplo, temos o caso de um rapaz chamado Ronnie Hill com apenas 14 anos, do condado de Pamlico, N.C. Na tarde do dia 21 de julho de 1967, brincava no jardim de sua família, quando estava sozinho, sentiu um cheiro estranho no ar. O cheiro era tão forte que seus olhos começaram a chorar, no mesmo momento começou a ficar preocupado que esse cheiro tivesse próximo. Pensando, que ninguém fosse acreditar se dissesse que tinha visto um disco voador, correu para sua casa para buscar uma máquina fotográfica.

Quando voltou ao lugar, Ronnie viu que a suposta nave espacial era branca e que estimava que ela tivesse quase 3 metros de diâmetro, de fato tinha pousado no campo perto de sua casa.
Bem atrás do suposta nave espacil caminhava uma criatura vestida com um traje prateado brilhante, com pernas finas, e uma cabeça de gnomo de grande tamanho.
Levava um objeto negro que tinha colocado e depois tirou da terra, e depois voltou para a nave, que saiu a lugares desconhecidos.

A nave tinha um cheiro parecido com o gás propano, mais o que ele mais se assustou foi a cena o silêncio absoluto. Nem som de pássaros ele escutou, nenhum barulho de inseto.


Supostamente essas aparições são vista quase que diariamente, mais essa aparição foi diferente, mais essa aparição tem algo que dificilmente as outras não tem.
Porque Ronnie Hill, em poucos minutos, tirou uma foto do extraterrestre antes que ela voltasse da sua nave e fosse embora.


A prova indiscutível de que os extraterrestres aparecem na terra para sequestrar pessoas e também para assustar as crianças? Pode ser que seja isso, ou que ele não tem esse intuito.

Apesar do fato de que supostamente uma foto seria muito importante, para que tivesse uma prova real sobre o que viram um extraterrestre de verdade, para que aqueles que não acreditam nessas histórias acreditasse depois dessas tais fotos.
Existe muitas fotos de supostos "óvnis", mas muito delas foram analisadas pelos especialistas e muitas dessas fotos foram colocadas como falsas.

Em um exame rápido, sobre o extraterrestre e sua nave não existe nada na fotografia que possa utilizar como referência.
Nenhuma árvore no fundo, nenhuma casa.
Existe algumas linhas verticais na parte superior e no fundo que possamos jugar o tamanho do suposto extraterrestre.
Talvez ele tenha 3 metros de altura? talvez.

A suposta criatura tem uma grande cabeça ou estava usando um capacete. Mais suas pernas parecem mais ou menos juntas debaixo do joelho. De fato suas espinhas são invisíveis em alguns pontos, e existe um ponto brilhante e uma linha fraca no lado direito do suposto extraterrestre que tem realmente joelhos nas duas pernas, com um total de quatro pernas. Sua mão esquerda não parecer mostrar muito, e sua mão direita é tampada pelo "objeto negro", que parecer ser semelhante a uma bola de boliche. 
O ponto é que a foto está um pouco distorcida, e tem muito pouco contraste, que um não pode inclusive ver o mostro em sua totalidade. 


A extraterrestre está a 5 metros ou menos do rapaz, e está parecendo olhar diretamente para el com os olhos que brilham intensamente.
Porque ele deixou que o menino tirasse uma foto dele? Talvez o extraterrestre não tivesse notado que o menino estivesse com uma câmera fotográfica.



O ponto é que a fotografia deixa muito que desejar. Mais os entusiastas nos casos de óvnis defendem causas mais fracas.
Um menino de 14 anos, a quem os professores e os pais descrevem como um tipo honesto, decente, seria considerado um testemunho confiável?

Realmente, nem tanto. A primeira coisa que o jovem fez depois ter sua foto foi conseguir um copyright dela, assegurando-se que todos os beneficios da venda da foto fosse para ele.  







Com a Informação Universo Ufológico.

0 Comentários :

Postar um comentário