25 de dez. de 2019


Fenômeno raro acontece no momento em que a Lua, em seu momento mais distante da Terra, se alinha com o Sol.

Este será o mais incrível "presente" da natureza; um eclipse solar bastante raro está previsto para o dia 26 de dezembro. O evento será visível na maior parte da Ásia e Oriente Médio por alguns preciosos minutos. Infelizmente, o “anel de fogo” - como é chamado o eclipse parcial do Sol - não poderá ser visto do Brasil.

O fenômeno é conhecido como “anel de fogo” porque acontece no momento em que a Lua se alinha com o Sol em uma posição específica incapaz de cobrir toda a estrela.

Como a órbita da Lua ao redor da Terra é levemente elíptica, dependendo do momento do ano, ela pode parecer menor ou maior vista daqui - quando fica mais próxima ou mais longe. Nesta quinta-feira (26), como estará mais distante da Terra, ao se alinhar com o Sol, cobrirá "apenas" 97% do centro do “astro rei”.

Provavelmente, as melhores imagens do “anel de fogo” surgirão da Arábia Saudita, uma das melhores regiões para se observar o eclipse solar parcial, mas certamente todo o mundo poderá curtir fotos e vídeos publicados em sites específicos e redes sociais, como o Instagram e YouTube.

No Brasil - e em outros países da América Latina - o próximo eclipse solar do gênero (quando a Lua está em sua fase mais distante) só está previsto para o dia 14 de outubro de 2023.

0 Comentários :

Postar um comentário