novembro 18, 2019
0

A Lua Vermelha hoje pode ser um fenômeno banal pra muita gente, pois é um fenômeno explicado pela ciência -  eclipse lunar total -, mas tente se colocar no lugar de nossos antepassados. Imagine o pavor ao olharem para o céu e verem a Lua, que é branca, ficar vermelha! Assim, surgiram algumas profecias que acabam citando a Lua Vermelha...


A Lua Vermelha e as Profecias Associadas

A Bíblia cita a Lua de Sangue:

“O Sol se converterá em trevas e a lua em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor” (Joel 2:31 e Atos 2:20)

“Vi quando o Cordeiro abriu o sexto selo e sobreveio um grande terremoto. O Sol se tornou negro como saco de crina, a lua toda como sangue, as estrelas do céu caíram pela terra como a figueira quando abalada pelo vento forte, deixa cair seus figos verdes. O céu recolheu-se como um pergaminho, quando se enrola. Então todos os montes e ilhas foram movidos do seu lugar” (Apocalipse 6:12-14)


Algumas Coincidências Interessantes


Lua Vermelha parece ter alguma relação especial com os judeus...
Estudiosos, como o pastor John Hagee, que interpretam os livros religiosos com grande fé e dedicação, acreditam que os eclipses da Lua coincidem com previsões da bíblia cristã e de feriados judeus. Segue alguns:

- 1492: A Espanha expulsou os judeus, e também, Colombo descobriu a América
- 1948: Israel renasceu como uma Nação, após 2 mil anos conseguiram essa independência.
- 1967: Israel venceu a "Guerra dos Seis Dias" e reivindicaram Jerusalém, pela primeira vez em 2 mil anos, Jerusalém e Israel estavam juntos novamente.

Uma coincidência interessante é que as Luas Vermelhas de 2014 e 2015 (tivemos duas ano passado e duas este ano, leia tópico abaixo) se alinham com os feriados judaicos:

- 15/04/2014:  Páscoa
- 08/10/2014:  Festa dos tabernáculos
- 04/04/2015:  Páscoa.
- 28/09/2015:  Festa dos tabernáculos

Com as outras tétrades que virão ao longo do século XXI não acontece isso. Algum sinal??????

A Ciência Explica a Lua Vermelha

Basicamente, a Lua Vermelha nada mais é do que um eclipse lunar total, onde a Lua vai ficar com aspecto avermelhado no momento em que a Terra ficar entre o Sol e a Lua. Tivemos dois ano passado e dois em 2015. O conjunto de quatro eclipses totais da Lua que ocorrem em uma sequência de dois anos é chamado de tétrade e isso é relativamente raro: no século XXI haverá apenas oito tétrades:

1ª  Tétrade:   2003 -  2004
2ª  Tétrade:   2014 -  2015
3ª  Tétrade:   2032 -  2033
4ª  Tétrade:   2043 -  2044
5ª  Tétrade:   2050 -  2051
6ª  Tétrade:   2061 -  2062
7ª  Tétrade:   2072 -  2073
8ª  Tétrade:   2090 -  2091

Marque na agenda os próximos eclipses:

4 de abril de 2015
28 de setembro de 2015.


O que os eclipses representavam para os povos antigos?

- Os povos antigos como os caldeus, egípcios, maias, entre outros, já tinham conhecimento astronômico e conseguiam calcular quando os eclipses iriam ocorrer. Os caldeus e babilônios já previam eclipses há 3000 anos.

- Para os povos antigos, geralmente os eclipses eram sinal de maus presságios, sendo recebidos com medo. Os antigos acreditavam que os astros eram “engolidos” por algum fenômeno sobrenatural.

- No livro “Eclipses ao longo dos séculos”, de Norma Terezinha de Oliveira Reis, é possível encontrar relatos sobre as lendas dos eclipses na visão de alguns povos antigos.

- Algumas civilizações, como os esquimós, por exemplo, interpretavam tais fenômenos como sinais de boa sorte. O Sol e a Lua abandonavam temporariamente seus lugares naturais no céu para assegurarem-se de que tudo estava bem na Terra. Algumas lendas de eclipses são histórias de amor e muitas outras refletem crenças locais.

- Na maioria das culturas aborígenes, acreditava-se que a Lua e o Sol eram marido e mulher respectivamente, puxando as cortinas do céu para assegurar privacidade à sua união.

- Os atenienses, na Grécia antiga, acreditavam que os eclipses (solares ou lunares) eram causados por deuses furiosos;
- Os maias, na América Central, acreditavam que, durante os eclipses lunares, um jaguar gigante devorava a Lua. Ele se movia pela escuridão e sua pele se assemelhava a um céu estrelado.

- No Japão, poços eram fechados para evitar que a água fosse contaminada pelo suposto veneno que vinha dos céus, proveniente do eclipse.

- Na Escandinávia, acreditava-se que dois lobos chamados Skoll e Hat aterrorizavam o Sol e a Lua.

- Na Índia, um monstro chamado Rahu teria a cabeça de um dragão e a cauda de um cometa. Ele dirigiria uma carruagem puxada por oito cavalos pretos que representavam o céu.

- Os Astecas acreditavam que Tzitzimine, estrelas-demônio, causavam eclipses quando combatiam o Sol.

- Na Bolívia, acreditava-se que cachorros corriam atrás do Sol e da Lua e mordiam-os. Era o sangue da Lua que a deixava avermelhada. A população gritava e gemia para espantar os cães.

















Com a Informação Paranormal Hoje.

0 Comentários :

Postar um comentário