James Webb observa 'super-Terra' potencialmente habitável LHS 1140 b. Mistério Resumo.

 

James Webb observa 'super-Terra' potencialmente habitável LHS 1140 b.
Uma impressão artística do LHS 1140 b em comparação com a Terra. Crédito da imagem: B. Gougeon / Universidade de Montreal

Este mundo relativamente próximo, é muito maior que o nosso, está situado a aproximadamente 49 anos-luz de distância.

Descoberto em 2017, o LHS 1140 b continua sendo de considerável interesse para os astrônomos, pois tem o potencial de ser um mundo com as condições certas para a existência de vida.


O planeta orbita uma estrela anã vermelha e é considerado um mundo oceânico, devido ao fato de sua massa parecer ser muito menor.


Recentemente, pela primeira vez, os cientistas conduziram uma análise espectroscópica completa combinando dados de vários telescópios, incluindo os telescópios James Webb, Hubble e Spitzer.


As descobertas sugeriram que LHS 1140 b pode não ser apenas um mundo oceânico, mas também é potencialmente o lar de uma atmosfera espessa - um indicador chave que sugere um ambiente semelhante ao da Terra.


"Esta é a primeira vez que vimos um indício de atmosfera em um exoplaneta rochoso ou rico em gelo de zona habitável", disse o astrônomo da Universidade de Michigan, Dr. Ryan MacDonald.


"LHS 1140 b é um dos melhores exoplanetas pequenos na zona habitável, capaz de suportar uma atmosfera espessa, e podemos ter encontrado evidências de ar neste mundo."



FONTE

0 Comentários :

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Postagem mais recente Postagem mais antiga
 
});