Rato gigante Vangunu capturado pela câmera pela primeira vez. Mistério Resumo.

 

Rato gigante Vangunu capturado pela câmera pela primeira vez.
Crédito da imagem: Ecologia e Evolução (2023) / DOI: 10.1002/ece3.10703

Nativo das Ilhas Salomão, o rato só tinha sido reconhecido como uma espécie real há relativamente pouco tempo.

Histórias de ratos enormes capazes de subir em árvores e morder cascas de coco eram contadas entre a população local das Ilhas Salomão há anos, erguendo as sobrancelhas de cientistas que há muito se perguntavam se o rato realmente existia ou se histórias sobre seu enorme tamanho eram meras fábulas.


No entanto, tudo isso mudou em 2017, quando pesquisadores do Field Museum de Chicago visitaram pessoalmente as ilhas na tentativa de desvendar o mistério de uma vez por todas.


Descobriu-se que os ratos - chamados de rato gigante Vangunu (ou Uromys vika) - eram reais.


Pesando 1kg e medindo até 45cm de comprimento, esses enormes roedores tem cerca de quatro vezes o tamanho de outras espécies mais comuns de ratos.


Apesar de identificarem positivamente os ratos, os cientistas não conseguiam tirar fotografia dos animais até que uma equipa separada conseguiu filmar com sucesso os roedores pela primeira vez usando armadilhas fotográficas instaladas na selva.


Eles basearam as posições das armadilhas em locais indicados pelos moradores, no final, conseguiram capturar 95 imagens dos ratos enquanto corriam pela folhagem da selva.


Infelizmente os ratos podem não existir por muito mais tempo, já que a exploração madeireira na área provavelmente destruirá completamente o seu habitat dentro de apenas alguns anos.



FONTE

0 Comentários :

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Postagem mais recente Postagem mais antiga
 
});