E se não estivermos sozinhos no universo? Crédito da imagem: CC BY 4.0 ESO / S. Brunier

A agência espacial teria recrutado especialistas religiosos para ajudar a prever como o mundo reagiria.

Estejamos ou não sozinhos no universo continua sendo um dos enigmas filosóficos mais importantes da era moderna, mas embora essa questão seja frequentemente objeto de acalorados debates, relativamente pouco se pensa na questão de exatamente como a humanidade reagiria se uma civilização extraterrestre fosse apresentada.

De acordo com relatórios recentes, a NASA contratou padres e outros especialistas religiosos para determinar como várias religiões em todo o mundo reagiriam caso tal descoberta fosse feita.

Algumas religiões insistem que a humanidade está sozinha em seu domínio de toda a criação - portanto, a descoberta de que somos simplesmente uma civilização em uma ampla comunidade cósmica poderia mudar tudo.

O Centro de Investigação Teológica (CTI) da Universidade de Princeton, em Nova Jersey, recebeu anteriormente uma bolsa de $ 1,1 milhão para investigar esta e outras questões relativas a tal revelação.

"Pessoas não religiosas parecem superestimar os desafios que as pessoas religiosas enfrentariam se fossem confrontadas com evidências de vida alienígena", disse o reverendo Dr. Andrew Davidson, um padre britânico que é um dos 24 especialistas consultados pela NASA sobre o tópico.

Dada a vastidão do cosmos e a quase impossibilidade de que a Terra seja o único lugar no universo para hospedar vida, é um desafio que, mais cedo ou mais tarde, todos teremos que enfrentar.

[Unilad.co.uk]
 
});