Os ictiossauros eram comuns há milhões de anos. Crédito da imagem: Heinrich Harder

Paleontólogos descobriram o que está sendo aclamado como o maior fóssil de ictiossauro do Reino Unido.

Os ictiossauros, muito parecidos com os golfinhos de hoje, apesar de não terem relação com eles, eram comuns nos mares pré-históricos entre 250 a 90 milhões de anos atrás.

Enquanto muitos ictiossauros eram criaturas relativamente pequenas, este espécime em particular certamente não era.

Descoberto durante o trabalho de paisagismo na Rutland Water Nature Reserve no início do ano passado, este gigantesco "dragão do mar" fossilizado mede 30 pés de comprimento.

Ela remonta a uma época em que a área estava submersa sob um oceano raso.

O paleontólogo Dean Lomax, da Universidade de Manchester, descreveu a descoberta como "verdadeiramente sem precedentes" e "uma das maiores descobertas da história paleontológica britânica"


"Geralmente pensamos em ictiossauros e outros répteis marinhos descobertos ao longo da costa jurássica em Dorset ou na costa de Yorkshire, onde muitos deles estão expostos pela erosão das falésias", disse ele.

"Aqui em um local do interior é muito incomum."

As escavações no local continuam em andamento, com o gestor do reservatório - Anglian Water - buscando angariar fundos para que o ictiossauro possa ser exposto ao público em geral na área local.

"Muitas pessoas pensaram que eu estava brincando quando lhes disse que havia encontrado um grande réptil marinho no trabalho", disse o trabalhador Joe Davis. "Liguei para o conselho do condado e disse 'acho que encontrei um dinossauro'."

 
});