Operação Prato foi uma operação militar realizada pela Força Aérea Brasileira para investigar alegações de Objetos voadores não identificados na região do município de Colares, no Pará. A operação foi encerrada após 4 meses, e outras missões relacionadas foram realizadas durante o ano de 1978.

Imagem de possível OVNI na cidade de Colares, no Pará.

       Os objetos observados nos registros militares receberam a alcunha de corpos luminosos e estavam associados a fenômenos relatados por moradores e autoridades, noticiados pela imprensa local, que reportavam supostos ataques à população. O fenômeno ficou conhecido pelo nome de chupa-chupa.

  Entre os meses de outubro e dezembro de 1977 foram realizadas duas missões pelos agentes de inteligência do serviço de informações e por uma equipe médica militar do I COMAR. A operação teria sido encerrada oficialmente no final de dezembro de 1977, mas documentos oficiais indicam que outras missões com objetivo específico relacionadas a investigação de OVNIs foram realizadas durante o ano de 1978.

 

 
});