Tive um pesadelo atormentador na semana passada, a morte veio me buscar, estava sentado no chão de casa escrevendo uma redação para apresentar na escola, quando levantei a cabeça subitamente a minha visão ficara embaçada. 

 A cabeça zonza e pesada fez com que deixasse a caneta cair da minha mão, meus lábios tremiam, naquela ocasião estava sozinho, no entanto, o cachorro do vizinho latia descontroladamente.

 De repente o meu corpo sem vida e estático estava estendido no chão, continuava a ouvir o pobre cachorro que intensamente latia, senti algo semelhante a uma névoa branca sendo puxado do meu corpo, não havia medo ou qualquer outro tipo de sentimento. Aquela coisa fria e gelatinosa continuou puxando a névoa branca do meu corpo, soube que aquilo era minha alma, numa de suas mãos havia uma espada.

 Vislumbrei do alto o corpo pálido caído sobre o chão, clamei pelo nome de Deus e pedi socorro. Recordo de ser puxado para dentro do corpo novamente, dei um longo suspiro e tremia incessantemente de frio.

 Aquele ‘Ser’ sem vida era a morte, certamente o apanhador de almas mais famoso do mundo.  

 
});