Um residente da cidade de Kanpur, no estado indiano de Uttar Pradesh, visitou recentemente uma delegacia de polícia local para registrar um relatório de informações preliminares (FIR) contra sua esposa de quase dois meses, sua família e o mediador do casamento, por não mencionar que a mulher era transgênero. Ele acusou seus sogros de enganá-lo e sua família de não revelar o sexo original de sua esposa na época do casamento, em 28 de abril. O homem não identificado afirma que só descobriu que sua esposa era transexual após levá-la para um ginecologista para um checkup.

“Um residente de Shastri Nagar casou-se com uma mulher da área de Panki do distrito”, disse o inspetor de polícia Kunj Bihari Mishra ao India.com“Depois do casamento, a noiva sentiu-se constrangida em estabelecer relações com o noivo e disse-lhe que tinha problemas de saúde. Com o passar dos dias, o homem começou a suspeitar que algo estava errado. Ele finalmente levou sua esposa a um ginecologista para um check-up que confirmou que ele é um transexual.”

“Uma investigação contra oito pessoas, incluindo os sogros do homem, foi apresentado sob as seções relevantes do IPC, e as investigações estão em andamento. As ações serão tomadas com base nas investigações”, acrescentou o inspetor.

Perplexo após obter os resultados médicos do ginecologista, o homem foi imediatamente a uma delegacia de polícia para ir atrás das pessoas que ele acredita serem as responsáveis ​​por enganá-lo.

Com essa ideologia tomando o mundo logo casos semelhantes serão rotineiros.

[Oddity Central]


 
});