No famoso épico hindu 'Ramayana', Kumbhakarna é um rakshasa - um ser sobrenatural conhecido como devorador de homens - que foi enganado para pedir uma bênção ao Senhor Brahma enquanto sua língua estava amarrada, o seu pedido foi distorcido trazendo-lhe uma cama e seis meses de sono por ano. 

Na vida real um homem na Índia passa por uma aflição agoniante, ele dorme 300 dias por ano, às vezes 25 dias seguidos.

“Há cerca de 23 anos, Purkharam foi diagnosticado pela primeira vez com essa síndrome rara e, desde então, sua condição afetou seu estilo de vida e bem-estar. Depois que ele dorme, fica difícil acordá-lo. Na verdade, os membros de sua família realizam as tarefas diárias para ele, incluindo alimentá-lo e dar banho quando ele está dormindo.”

Purkharam vive no distrito de Nagaur, no Rajastão, no norte da Índia. Sify.com relata que ele percebeu o problema do sono há 23 anos e se tornou tão sério que toda a vila ajuda a família. De acordo com o Republicworld.com, o homem de 42 anos acabou sendo diagnosticado com 'hipersonia do eixo HPA', uma doença rara causada por flutuações na proteína TNF-alfa do cérebro, que também pode causar apnéia do sono, narcolepsia e hipersonia idiopática. Conectado à glândula pituitária - HPA significa hipotálamo-pituitária-adrenal, a causa exata ainda é desconhecida.

“Concluímos que a boa qualidade do sono alcançada por meio da higiene do sono e do tratamento dos distúrbios do sono, além da educação nutricional com frequência regular de refeições e alinhamento circadiano da ingestão alimentar, seriam estratégias interessantes para prevenir distúrbios metabólicos.”

Um estudo sobre hipersonia do eixo HPA recomenda mudanças comportamentais, a esposa de Purkharam, Lichmi Devi, diz que ele está melhorando, embora Purkharam diga que seu corpo está cansado na maioria das vezes, sua produtividade no trabalho é quase nula e ele sofre de fortes dores de cabeça. Sua mãe, Kanvari Devi, acha que é apenas uma questão de tempo até que ele se cure.

Essa história nos diz que dormir demais pode ser tão sério quanto a privação do sono. Neste mundo agitado, o sono é uma daquelas coisas que muitas vezes nos orgulhamos de dispensar e usamos como recompensa por sobreviver à semana de trabalho. 

[Mysterious Universe]

 
});