Trazidos para a Colômbia como animais de estimação exóticos pelo mais notório chefão do tráfico da história da humanidade, têm se reproduzido em um ritmo alarmante nas últimas décadas e se tornaram uma séria ameaça para a flora e a fauna colombianas.

Na década de 1980, Pablo Escobar contrabandeou quatro hipopótamos de um zoológico americano para a Colômbia, como animais de estimação exóticos. 

Eles foram mantidos em sua luxuosa Hacienda Napoles, em Puerto Triunfo, Antioquia, mas após o colapso de seu império do crime, foram soltos na selva. 

Sem predadores naturais, muitas fontes de água e clima adequado, os hipopótamos prosperaram e se multiplicaram. Os quatro gigantes da água iniciais agora aumentaram para uma população estimada de mais de 100, que os cientistas dizem que pode chegar a mais de 1.400 espécimes em 2039.

 
});