Após a pandemia um grande número de solitários vem crescendo a cada dia, era de se esperar em especial por o isolamento ter desestabilizado o psicológico de muitas pessoas ao redor do globo. 

 Uma pesquisa realizada em 28 países entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021 com mais de 23 mil pessoas, foi surpreendida pelo Brasil com cinquenta por cento dos brasileiros entrevistados dizendo que se sentem só “muitas vezes”. Surpreende porque o Brasil é visto como ter um povo alegre e sociável.

 O segundo lugar desse ranking da solidão é da Turquia, com 46% dos participantes se declarando solitárias. Logo em seguida vem a Índia e Árabia Saudita, ambos com 43%. A Polónia 23%, o Japão 16% e a Holanda 15%.

Porque tantos solitários?

 Muitas pessoas se sentem sozinhas mesmo estando acompanhadas, buscam o silêncio como o grito em sua alma. A maioria das pessoas solitárias só querem um lugar de sossego sem barulho e confusão, preservando o silêncio como um amigo. Mas há os casos dos jovens da geração atual que confundem a depressão com o ser solitário, muitas das vezes recorrendo às curtidas e aos comentários das redes sociais para amenizar a dor.

 
});