Não é um parceiro romântico comum. Crédito da imagem: CC BY-SA 4.0 Matti Blume

Amanda Liberty, que antes tinha um relacionamento com uma bateria, agora pretende se casar com um lustre.

Nem todo mundo acha fácil formar relacionamentos íntimos com outros humanos - é por isso que algumas pessoas como Amanda Liberty, de 37 anos, se apaixonam por objetos inanimados.

Liberty foi notícia algumas vezes devido à sua escolha incomum de parceiros românticos, que vão desde uma bateria até a Estátua da Liberdade.

Sua última conquista foi um lustre alemão de 93 anos chamado Luminere.

"Não os vejo como objetos inanimados como a maioria das pessoas", disse ela durante uma entrevista para o programa de TV Steph's Packed Lunch, do Channel 4.

"Você conhece o termo animismo?, é mais comum no Japão, é quando as pessoas sentem a energia de um objeto."

"É assim que me sinto, e num momento estou apaixonada."

Liberty reconhece que seu amor por objetos é difícil para outras pessoas entenderem.

"É difícil de explicar porque me apaixono por objetos, realmente não consigo explicar."

 
});