Há tempos atrás costumava ir em um terreno baldio onde havia a construção de uma casa mal acabada, eu e mais três amigos levamos bambu, linha e papel de seda para fazer pipas, não era muito tarde da noite, o horário ficava entre 6 às 7 horas por aí.

 O sol estava se pondo, entramos naquele lugar silencioso e deixamos no chão todas as bugigangas, descontraidamente enquanto um cortava os bambus, os outros armavam a estrutura das pipas. 

 Eu deixei o tubo de linha e uma lata de óleo vazia abaixo da escada, até ali tudo estava bem. De repente sentimos um odor estranho, a algazarra e brincadeira tomou o lugar, porém aquele fedor não era de gases, era tipo enxofre. Em meio aos sorrisos a lata abaixo da escada se arrastou e todos nós vimos aquilo, pensei que fosse algum rato.

 Eu fui lá pegar a lata enquanto os outros amigos já estavam com medo, ao chegar mais perto novamente a lata arrastou-se na nossa direção, só ouvi os gritos de medo, eu que estava cético fui o primeiro a sair daquela casa. As pipas e linhas ficaram para trás, décadas depois descobrimos que houve um assassinato de um bruxo, no hospital antes de morrer ele jogou algum tipo de maldição no terreno.

Relato Sobrenatural. 

 
});