No Maine, um pescador chamado Marley Babb pescou uma lagosta única com uma cor amarela incomum, recebeu o nome de Banana e foi entregue aos cientistas.

Segundo as estatísticas, as lagostas amarelas são encontradas 1 a cada 30 milhões. O homem que pegou o animal compreendeu imediatamente seu valor, então, sem hesitar, ele doou-o ao Centro de Pesquisa Marinha da Universidade da Nova Inglaterra em Biddeford.

A cor amarela é causada por uma rara mutação genética na proteína que compõe a casca. Esses espécimes ainda são brancos ou variegados.

Por causa de suas cores brilhantes, é mais difícil para essas lagostas se esconderem dos predadores, raramente vivem até a maturidade. 

De acordo com os cientistas, a mutação pode ter sido provocada por uma mudança no clima, mas existem muitos outros fatores na natureza. É impossível dizer exatamente o motivo da cor anormal.

[Planeta]

 
});