Moradora da Grã-Bretanha, Peter Beckerton, de 67 anos, encontrou uma carta de 1969 em um sofá antigo. O artigo, escrito por uma menina de 11 anos fala do futuro com extrema precisão.

A garota fantasiou sobre sua vida futura, ela disse que os telefones teriam uma tela para ver o interlocutor. As TVs também mudariam: de pequenas caixas, elas se transformariam em telas enormes. A criança também previu a automação residencial e um sistema doméstico inteligente.

A carta foi postada no Facebook pela esposa de Peter Beckerton, que trabalha como estofador. O homem frequentemente encontra coisas estranhas nos móveis, mas esta carta acabou sendo a mais interessante. A esposa, por meio das redes sociais, queria encontrar a autora da mensagem.

[Planeta]

 
});