A água subterrânea é um recurso incrivelmente valioso, algum tempo atrás, os cientistas realizaram um estudo, dividindo as águas subterrâneas por sua idade, reservas e localização.

Essa pesquisa teve início na década de 70. Até o momento, os cientistas finalmente conseguiram resumir os resultados do estudo, liderado por Tom Gleason, foram publicados na revista científica Nature Geoscience. Todas as águas subterrâneas foram divididas em dois grupos - os mais antigos e os que surgiram há relativamente pouco tempo e estão em constante atualização. Foi possível estabelecer que existem cerca de 23 milhões de quilômetros cúbicos de água subterrânea em nosso planeta. Destes, apenas 0,35 milhão de quilômetros cúbicos de água têm menos de 50 anos. Esse indicador, segundo especialistas, não é muito bom.

A água subterrânea, usada há muitos anos e não foi renovada, pode conter uma grande quantidade de impurezas que são perigosas para a vida e a saúde humana. Se falamos de águas subterrâneas "jovens", elas são renovadas muito lentamente e podem ficar inutilizáveis ​​devido a desastres ambientais ou poluição climática. Ao mesmo tempo, em algumas regiões do planeta, as reservas de água subterrânea estão se esgotando a um ritmo incrível, o que pode levar ao seu desaparecimento total.

Como resultado, grandes migrações começarão devido à falta de recursos hídricos. Além disso, o desaparecimento das águas subterrâneas afetará negativamente a economia e diretamente na saúde humana.

[Planeta]

 
});