O rover Spirit transmitiu para a Terra fotos que indicam um estranho fenômeno encontrado entre os quadros recebidos.

O conhecido ufologista Scott Waring chamou a atenção para esse fenômeno. Há muito tempo ele tenta encontrar todo tipo de esquisitices nas fotos de outros planetas. Desta vez, ele percebeu algo estranho nas fotos que foram obtidas com o rover em 2009. Várias fotos foram tiradas ao mesmo tempo, Waring viu que em uma foto havia um objeto entre duas grandes rochas supostamente em movimento. 

O ufologista acredita que esses objetos podem estar vivos e por isso pularam de um lugar para outro sem problemas. Isso leva à conclusão de que ainda há vida em Marte e alguns representantes dessa vida se assemelham a pedras comuns em sua aparência.

Os céticos têm sua própria versão a respeito desse fenômeno. Eles acreditam que as fotos foram tiradas de ângulos diferentes pelo rover. Como resultado, o objeto das primeiras fotos simplesmente desapareceu atrás de pedras maiores, isso deu a ilusão de que eles haviam se movimentado.

[Planeta]

 
});