Há contaminação contínua e exposição humana ao redor de Chernobyl!

Os cientistas descobriram que as plantações cultivadas perto do local nuclear de Chernobyl, na Ucrânia, ainda estão contaminadas com a radiação do desastre explosivo de 1986. 

novo estudo encontrou acima do nível de consumo seguro de dois isótopos radioativos, estrôncio 90 e césio 137, em grãos de trigo, centeio, aveia e cevada amostrados em campos a cerca de 31 milhas (50 quilômetros) ao sul da usina nuclear, fora da estação de Chernobyl “zona de exclusão."

Estrôncio 90, o isótopo radioativo mais presente, foi medido acima do nível de consumo seguro em 48% das amostras, bem como em amostras de madeira.

Lembre-se de que os funcionários sempre afirmam que quando a floresta queima na zona de exclusão, não há problemas de contaminação.

Mas a madeira radioativa é o problema

Ao analisar as cinzas de madeira de fornos domésticos a lenha, eles encontraram níveis de estrôncio 90 que eram 25 vezes maiores do que o limite seguro.

Os moradores locais usam essa cinza, bem como a cinza da usina térmica local (TPP), para fertilizar suas plantações.

A contaminação de grãos e madeira cultivados no distrito de Ivankiv continua sendo uma grande preocupação e merece uma investigação mais urgente.

[Strange Sounds]

 
});