Uma representação de Jesus, Maria e José em sua casa. Crédito da imagem: Bartolome Esteban Murillo O

O professor Ken Dark acredita ter identificado a casa onde Jesus vivia sob um convento em Nazaré.

O professor Dark, que leciona arqueologia e história na Universidade de Reading, no Reino Unido, passou 14 anos investigando a residência particular que está situada abaixo do Convento das Irmãs de Nazareth.

Ele acredita que, com toda a probabilidade, foi realmente a casa da infância do próprio Jesus - a morada em que Maria e José viveram e onde o jovem Jesus passou seus primeiros anos.

A casa em si, que foi descoberta pela primeira vez na década de 1880, certamente não é nada notável e teria servido como residência para uma família típica da Galiléia há 2.000 anos.

"Não havia nada de incomum nisso", disse Dark à CBS News . "Não é lamentavelmente pobre, mas também não há sinal de grande riqueza. É muito comum. Se este é o ambiente da infância de Jesus, não há razão para acreditar que ele cresceu em outro lugar senão em uma típica casa rural na galiléia de seu tempo."

Uma pista para sua conexão com Jesus (e especialmente com José) foi sua construção. Embora José seja normalmente descrito como um carpinteiro, a Bíblia sugere que ele era adepto de uma série de habilidades de artesanato.

"Quem quer que tenha construído a casa tem um conhecimento muito bom de trabalho com pedra", disse Dark. "Isso seria consistente com o tipo de conhecimento que esperaríamos de alguém que poderia ser chamado de tekton."


“Por si só, não tem luzes piscando dizendo, 'este é o lugar onde Jesus viveu.' Mas está debaixo de uma igreja bizantina dos séculos V ao VII."

O local também não fica longe da Igreja da Anunciação - o lugar onde acredita-se que um anjo disse a Maria que ela se tornaria a mãe de Jesus.

No entanto, do jeito que as coisas estão, se esta foi ou não a casa de Jesus permanece aberto ao debate.

"Por um lado, podemos apresentar um caso totalmente plausível de que este foi o lar da infância de Jesus", disse Dark. "Mas, por outro lado, realmente provar isso está além do escopo das evidências."

"É discutível se algum dia seria possível provar isso."

 
});