O visitante interestelar 'Oumuamua' poderia ser na verdade um coelho da poeira cósmica. | Resumo.

Será que 'Oumuamua' é um coelho da poeira? Crédito da imagem: ESO / M. Kornmesser


Medindo 400 metros de comprimento, 'Oumuamua' chamou a atenção mundial em outubro de 2017, depois que os cientistas determinaram que era o primeiro visitante conhecido de um sistema solar distante.

Desde então, várias teorias foram propostas para explicar exatamente que tipo de objeto 'Oumuamua' poderia ser, incluindo um cometa, um asteroide, um iceberg de hidrogênio e até mesmo uma nave alienígena.

Os cientistas, entretanto, têm lutado para chegar a um consenso.

Agora surgiu outra possibilidade - um 'coelho de poeira' cósmico - um termo que se refere a aglomerados de poeira e detritos que se juntam à eletricidade estática e flutuam sob os móveis.

De acordo com a astrônoma Jane Luu da Universidade de Oslo, na Noruega, e colegas, 'Oumuamua' pode ter se formado quando um pedaço de rocha se partiu do núcleo de um cometa e atraiu poeira e gás.

O objeto resultante foi então impelido através do cosmos pela radiação solar.

O cometa original pode ter se movido lentamente e com gravidade fraca, o que facilitou a separação do material que acabaria por formar 'Oumuamua' e escapar de seu sistema solar pai. 

Ao pesquisar visitantes interestelares adicionais, os astrônomos esperam corroborar as origens desses objetos e determinar exatamente o que eles são de uma vez por todas.

 
document.querySelectorAll('img').forEach(function(img) { img.src = img.src.replace('/s72-c','/s1600'); });