Sete pecados capitais: A ganância na Política do Brasil. | Resumo.


Os sete pecados capitais a ganância que muitas vezes é confundida com a ambição, sendo o oposto da generosidade. Se enraizou no Brasil principalmente na política deste país assim também em uma grande proporção do povo.

Brasília que foi construída estrategicamente distante dos grandes centros urbanos para se isolar de protestos, é uma capital arquitetada para falcatruas, e roubo de dinheiro dos pagadores de impostos, distribuindo seus tentáculos em pró de uma oligarquia que jamais largará suas benesses.

Para se ter uma ideia desse sistema, 10% de todo PIB do Brasil é abocanhado para pagar funcionários do governo, em nenhum outro país do mundo existe isso. Ainda têm a questão da burocracia, se um pequeno empreendedor tenta abrir uma loja o estado mais suga do que ajuda.

Um exemplo mais claro dessa ganância no Brasil, enquanto vários países e seus governos estão procurando maneiras para ajudar seu povo a contornar o Covide-19,  o senado federal do Brasil aprovou uma bomba de 120 bilhões sangrando os cofres públicos em pró desses marajás, ao menos os deputados conseguiram manter o veto. 

A única forma de o país seguir em frente é cada estado se tornar um país, o Brasil como estamos observando nunca funcionará, é muito marajá para sustentar. Uma nação que tem 40 partidos políticas, milhares de deputados, governadores, senadores, prefeitos, deputados estaduais e vereadores. Sem contar nesse balaio o número de juízes que mais atrapalha do que ajuda, nunca dará certo. 

 
document.querySelectorAll('img').forEach(function(img) { img.src = img.src.replace('/s72-c','/s1600'); });