Casal britânico ganha direito de batizar o filho com o nome ‘Lúcifer’ | Resumo.


Depois de uma longa batalha, Dan e Mandy Sheldon, moradores de Derbyshire, no Reino Unido, conseguiram registrar o filho com o nome “Lúcifer”. A história da família foi contada pelo tabloide The Sun. Dan e Mandy quiseram dar o nome equivalente a “Diabo” ao filho por ser “único”, mas se disseram impressionados com o comportamento de uma funcionária do cartório local. “Ficamos realmente empolgados em registrá-lo, mas a mulher nos olhou com total desgosto”, disse Dan em entrevista ao jornal britânico. “Ela nos disse que ele nunca seria capaz de conseguir um emprego e que os professores não gostariam de ensiná-lo”, completou. 

Depois do ocorrido, o casal apresentou uma queixa oficial relatando como foram tratados na repartição da cidade de Chesterfield. O Conselho do Condado de Derbyshire explicou o caso: “Pedimos desculpas se eles foram ofendidos, mas é dever dos nossos registradores aconselhar nesses assuntos, pois às vezes as pessoas não têm conhecimento de certos significados ou associações em torno de certos nomes.” Ainda de acordo com a publicação, o Reino Unido tem poucas restrições legais para nomes. Atualmente, são negados registros que contêm obscenidades e números. 

[UOL]
 
document.querySelectorAll('img').forEach(function(img) { img.src = img.src.replace('/s72-c','/s1600'); });