12 de mai. de 2020

A fonte da imagem é dirigida:Desconhecida

Existem várias histórias que podem servir como confirmação de que a alma pode deixar o corpo e depois retornar a ele. 

A primeira história aconteceu com um dignitário Zhao Jianzi no período 770-476. BC, é descrito no livro "Shi Ji" ("Notas Históricas"). 

Devido à má circulação no sangue o funcionário entrou em coma, mas três dias depois ele recuperou a consciência. 

O homem disse que durante a "ausência" ele havia visto o senhor do reino dos céus.

Ele disse ao oficial que o reino de Jin cairia em breve, uma nova dinastia seria fundada por um homem ocidental com o sobrenome Ying. 

E assim aconteceu, o imperador Qin Shihuandi (nome real Ying Zheng) fundou uma dinastia que durou 15 anos. 

A segunda história ocorreu durante o reinado da dinastia Tang (618-907). Um homem chamado Pei Gong seguiu Xinzheng até sua terra natal de Luoyang. 

O homem estava com pressa para a festa Duanwu. Pei chegou a uma ponte de pedra, onde um cavaleiro o encontrou e lhe emprestou um cavalo. 

O homem rapidamente chegou em casa, só que agora ninguém prestava atenção nele, como se ele não existisse.

Apenas uma pessoa viu a alma de Pei. No final, descobriu-se que no caminho, o herói da história conheceu a divindade do lago, que separava o corpo da alma (era uma piada do mal). 

Pei correu para o lago, onde viu seu corpo e seus criados chorando por ele. Em um instante, a alma estava no corpo, Pei abriu os olhos e se levantou.

Apesar da história ser antiga nada muda conforme os relatos de pessoas que saíram de seus corpos, todas são unânimes em dizer que há vida fora sim. Eu como cristão acredito.












Com a Informação Mundo Oculto.

0 Comentários :

Postar um comentário