2 de mai. de 2020


Há algum tempo, os cientistas realizaram outro estudo, que mostrou que antes do maior terremoto da história acontecer havia uma virada incompreensível nos movimentos da Terra.

Isso aconteceu pela primeira vez em 2010 e depois em 2011. O segundo terremoto causou um terrível tsunami e também provocou a destruição completa da usina nuclear de Fukushima. Especialistas acreditam que essas "flutuações" poderão avisar no futuro sobre grandes terremotos iminentes, e ajudará as pessoas a terem tempo para se preparar contra o desastre.

Em 2011, no Japão um terremoto matou mais de 15 mil pessoas. Algum tempo antes, os especialistas notaram uma "oscilação" incompreensível de terra de leste a oeste e, em seguida, vice-versa. 

Tais flutuações ocorrem quando uma das placas tectônicas do planeta cai sob a outra e fica presa ali. A placa está nesta posição até quebrar. O resultado é um terremoto de força incrível. Michael Bevis observou que essas flutuações, que foram registradas em 2011 no Japão, nunca haviam sido observadas antes.

Flutuações semelhantes foram estudadas em outros países. Os especialistas estão confiantes de que, no futuro, os resultados do estudo ajudarão repetidamente a evitar as terríveis conseqüências de terremotos gigantes.











Com a Informação Planeta.

0 Comentários :

Postar um comentário