3 de mar. de 2020


Série de trágicos eventos globais em 2020 faz com que muitos acreditem que estamos vivendo o Apocalipse.

Fala-se do fim do mundo se aproximando novamente – e desta vez os cristãos atestam que a prova bíblica de que o planeta Terra pode estar chegando ao fim de uma era é irrefutável.

Eles dizem que os sinais estão à nossa volta:

  • Terremoto de magnitude 7,7 que atingiu o vale de Cayman em janeiro
  • Tensões entre os EUA e o Irã que quase escalaram em guerra total
  • Incêndios devastadores e tempestades de poeira que devastaram a Austrália
  • Enxames de gafanhotos que assolam a África que ameaça a segurança alimentar de milhões
  • Turbulência política na Europa que abriu caminho para a Grã-Bretanha dar as costas aos vizinhos da UE
  • Extremos climáticos em todo o mundo
  • Surto de uma pandemia virulenta do COVID-19, junto com sua brutal canibalização dos mercados financeiros globais.

O fim do mundo, como muitos estudiosos cristãos vêem, não significa que o mundo terminará amanhã ou na próxima semana, mas que os recentes eventos de tremor de terra são um sinal de alerta de que estamos prestes a entrar em um novo período de turbulência e tribulações planetárias.

Na Bíblia, esse período agourento de sofrimento e angústia global sem precedentes é precedido por uma intervenção de Deus no curso dos assuntos humanos. Os anciãos Hopi têm até um nome para isso. Eles se referem a esse período problemático como A Grande Purificação e dizem que poucos provavelmente sobreviverão a ele.

No mundo secular de hoje, onde ciência e tecnologia têm uma resposta digital para praticamente tudo, essa conversa, por mais convincentes que sejam os argumentos, não é um bom presságio para a sociedade humanista de hoje. Na sua opinião, a realidade é linear, ditada pela razão, governada pelas leis da ciência e não sujeita a nenhuma mudança de vida causada por um reino sobrenatural.

Seja como for, ninguém pode argumentar que o ano de 2020 está começando notavelmente diferente de qualquer outro que a maioria de nós já viu em nossos tempos de vida. Tudo isso é realçado por uma série cada vez maior de crises que estão ameaçando a vida neste planeta para todos nós.

Os problemas do planeta são numerosos e complexos: mudança climática, acidez e poluição dos oceanos, escassez de alimentos e água, aumento das emissões de carbono, erradicação de florestas tropicais e destruição de recifes de coral, demanda insustentável de alimentos, novos padrões de doenças emergentes e crescente resistência antimicrobiana, o derretimento das calotas polares e a subida subsequente do nível do mar em todo o mundo.

Ciência e religião nunca concordam plenamente uma com a outra – mas, pelo menos agora, elas podem se encontrar na mesma sala e discutir e abordar, ou mesmo resolver alguns dos problemas mais urgentes do mundo.

Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra, as nações se verão em angústia e perplexidade com o bramido e a agitação do mar.


Os homens desmaiarão de terror, apreensivos com o que estará sobrevindo ao mundo; e os poderes celestes serão abalados.

Lucas: 21: 25,26

Sinais no Sol, na Lua e nas estrelas

Uma estrela jovem e brilhante tem agido um pouco errática ultimamente. A estrela, Betelgeuse, está subitamente escurecendo. Pode ser um sinal, dizem os astrônomos, de que a estrela está prestes a explodir. Outra possibilidade é que a supergigante vermelha esteja apenas passando por uma fase.

Ed Guinan, professor de astronomia da Universidade Villanova, foi o principal autor de um artigo de 8 de dezembro intitulado “The Fainting of the Nearby Supergiant Betelgeuse” (O Esvaecimento da Supergigante Betelgeuse nas Proximidades’. Ele disse à CNN que Betelgeuse tem diminuído bastante desde outubro, e agora está 2,5 vezes mais fraca que o normal. A nona estrela mais brilhante do céu, Betelgeuse caiu agora para a 23ª mais brilhante (embora pareça agora estar recuperando seu brilho). No último meio século, a estrela nunca diminuiu de forma tão agressiva, e isso pode significar que estamos à beira de algo extraordinário. CNN, 26 de dezembro de 2019

O mar e as ondas rugem

Uma criança está morta e outra está desaparecida depois de serem levadas para o mar com seu pai no estado de Oregon (EUA), no sábado, informou a polícia. Jeremy Stiles, 47, de Portland, estava segurando sua filha de 7 anos, Lola, e seu filho de 4 anos, William, na praia de Falcon Cove, em Arch Cape, na tarde de sábado, quando uma onda os levou ao oceano, a polícia do estado de Oregon A polícia disse em um comunicado.

A polícia que chegou ao local encontrou Stiles lutando para sair da água, enquanto sua filha estava mais longe no oceano. Um policial do Departamento de Polícia de Manzanita conseguiu levar a garota de volta à costa, de acordo com o comunicado. A trilha que eles estavam usando foi atingida por uma onda surpresa, segundo a família.

As ondas surpresa são “ondas maiores que a média que podem repentinamente e sem aviso disparar dezenas de metros acima da praia do que o esperado”, segundo o Serviço Nacional de Meteorologia. –CNN 13 de janeiro de 2020.








Com a Informação The Extinction Protocol/Ovni Hoje.

0 Comentários :

Postar um comentário