Enorme Asteroide do tamanho de uma montanha aparecerá como uma estrela se movendo lentamente em abril. | Resumo.


O asteroide 1998 OR2 é a maior rocha espacial prevista para passar próximo da Terra em abril deste ano, e até os amadores poderão vê-lo no céu.

Um asteroide imenso fará uma breve passagem pela Terra em abril e, embora seja considerado “potencialmente perigoso” para os astrônomos, o único show que ele fará nos próximos séculos será no céu noturno.

Acredita-se-se que o asteroide 1998 OR2 tenha até 4,1 km de diâmetro, o que o tornaria comparável a uma montanha de tamanho decente em muitas partes do mundo.

Felizmente, quando fizer sua próxima aproximação em 29 de abril, passará a uma distância muito segura de 6 milhões de quilômetros.

Ainda assim ele é considerado potencialmente perigoso, porque o Centro de Estudos da Terra Próxima da NASA classifica qualquer coisa razoavelmente brilhante que esteja a cerca de 7,4 milhões de quilômetros da Terra como tal.

Isso significa que existem muitos asteroides potencialmente perigosos por aí que conhecemos e praticamente nenhum deles é um risco real para os seres humanos a qualquer momento.

Mas o 1998 OR2 ainda é uma grande arma – o maior asteroide que voará próximo ao nosso planeta em 2020, na verdade – o que significa que pode ser visível no próximo mês até para astrônomos amadores.

O embaixador do sistema solar da NASA, Eddie Irizarry, escreve para o EarthSky:

Observadores com telescópios de pelo menos 6 ou 8 polegadas (o número indica o tamanho do espelho primário) verão o asteroide (muito lentamente) se movendo na frente das estrelas.

Se você não tem um telescópio grande o suficiente para fazer sua própria observação, o Virtual Telescope Project, com sede em Roma, irá transmitir sua passagem ao vivo, que começará em 28 de abril. A VTP já está seguindo o 1998 OR2 e pegou esta imagem dele se aproximando:

Enorme asteroide aparecerá como uma estrela se movendo lentamente em abril

E se você perder a data, essa enorme rocha fará um sobrevoo ainda mais próximo (mas ainda totalmente seguro) em 2079.

Outras grandes rochas espaciais chegarão perto o suficiente para observações em 2024 e 2027.

Em 2029, o mega-asteroide Apophis (que na verdade é um pouco menor que o 1998 OR2) fará uma passagem que já foi motivo de preocupação. Desde então, foi determinado que o Apophis não representa ameaça, então aproveite o céu noturno assistindo sem medo por pelo menos mais uma década, a menos que algo ocorra sobre nós, como às vezes acontece.








Com a Informação Cnet.

 
document.querySelectorAll('img').forEach(function(img) { img.src = img.src.replace('/s72-c','/s1600'); });