Terremoto na Turquia poderá acordar uma das falhas geológicas mais perigosas do planeta. | Resumo. /* contents of a small JavaScript file */

13 de dez. de 2019


Cientistas alertam para um iminente e devastador terremoto nos próximos anos, após os recentes sismos que atingiram a cidade turca de Istambul.


No final de setembro, Istambul foi abalada por dois fortes terremotos de magnitude 4,7 e 5,7 com uma diferença de dois dias.

O epicentro do segundo terremoto, o mais forte da região em 20 anos, estava localizado a 70 quilômetros da cidade turca, no mar de Mármara – águas que separam o mar Negro do Egeu.

Abalo devastador
De acordo com a revista de notícias alemã Spiegel, esses movimentos tectônicos parecem ter provocado a ativação de uma das estruturas geológicas mais perigosas do mundo.

A maior metrópole da Turquia situa-se na chamada Falha do Norte da Anatólia, que separa as placas tectônicas Euroasiática e da Anatólia. Há anos que os geólogos alertam para o fato de esta “fronteira” geológica poder, mais cedo ou mais tarde, causar um terremoto devastador.

O considerável estresse tectônico, que se acumula ao longo da linha de falha da Anatólia do Norte, foi já a fonte do último grande terramoto de Izmit (de 7,4 de magnitude) que atingiu o noroeste da Turquia há 20 anos, causando mais de 17.000 vítimas fatais em 1999.

Colisão tectônica
Cientistas do Centro Alemão de Investigação em Geociências (GFZ), juntamente com pesquisadores da França e da Turquia, têm investigado as medições dos fundos marinhos. O estudo, publicado em julho na revista Nature, prova o risco de um terremoto iminente perto de Istambul.

Segundo afirmam os especialistas, essa tensão tectônica da falha geológica é ainda mais elevada do que em 1999 – ao invés de se divergirem, as placas da Eurásia e da Anatólia se colidem.

Caso essa colisão ocorra, pode ocasionar um terremoto de magnitude entre 7,1 e 7,4, alertam pesquisadores.


















Com a Informação Sputnik.

0 Comentários :

Postar um comentário