novembro 24, 2019
0

Steven John Grieveson nascido em 1970 é assassino em série inglês, também conhecido como o “Sunderland Stranger” (Estrangulador de Sunderland), que foi condenado em 28 de Fevereiro de 1996, pelos assassinatos de três adolescentes na cidade de Sunderland, Tyne and Wear entre 1993 e 1994. Foi verificado em seu julgamento que Grieveson assassinou os meninos a fim de esconder sua homossexualidade. Logo depois foi condenado a cumprir pelo menos 35 anos pelos três assassinatos. Em 26 de novembro de 1993 Grieveson assassinou Thomas Kelly, de 18 anos, em um galpão abandonado situado em Fulwell, Sunderland. Em 4 de fevereiro de 1994, ele assassinou David Hanson, de 15 anos, em Roker Terrace, e por último ele assassinou David Grieff, também de 15 anos, em 25 de fevereiro de 1994 perto de Fulwell em Sunderland. Todas as suas vítimas foram estranguladas e queimadas. No assassinato de Thomas Kelly sua impressão digital foi encontrada nas costas da vítima, no caso de David Hanson, a impressão estava em seu sapato. No corpo de David Grieff foi encontrado sêmen, revelando que houve estupro. Após uma extensa investigação, Grieveson foi preso pelos assassinatos, em 11 de Março de 1994 e enfrentou um julgamento de seis semanas em 1996, onde foi condenado a três sentenças de prisão perpétua pelos assassinatos. Ele tem que cumprir um mínimo de 35 anos de prisão antes de ter permissão de entrar com pedido de condicional. Em Novembro de 2000, Steven Grieveson, cumprindo suas três sentenças de prisão perpétua na Full Sutton Prison, foi interrogado sobre o assassinato de Simon Martin, 14 anos, que foi assassinado em Gilside House Roker, em 1990. Em junho de 2004, Grieveson escreveu uma carta admitindo ter assassinado as três vítimas pelo qual foi condenado, mas não admitiu o assassinato de Simon Martin, ele foi considerado não culpado por esse crime. Ele segue cumprindo sua pena até os dias atuais.

0 Comentários :

Postar um comentário