outubro 19, 2019
0

Lembit Opik, um ex-membro do Parlamento no Reino Unido, é um funcionário atual de uma micronação conhecida como Asgardia. Ela foi estabelecida com o objetivo de alcançar o espaço sideral.
Segundo Opik, a Terra corre perigo constante de sofrer um grande impacto de asteroide. Embora agências espaciais como a NASA e a Agência Espacial Européia (ESA) possuam sistemas para rastrear asteroides e proteger o planeta de impactos, isso pode não ser suficiente para impedir que um assassino de planetas cause um evento de extinção em massa na Terra.
Opik falou para o Express:
Temos que proteger a Terra e isso é porque as chances de um impacto, como eu disse antes, são grandes o suficiente para acabar com a raça humana e com a maioria das outras formas de vida. é essencialmente 100%.
Para Opik, a única maneira dos seres humanos escaparem de um grande impacto de asteroide semelhante ao que levou à extinção dos dinossauros será deixar o planeta completamente.
Sair da Terra e colonizar outro planeta como Marte é a única maneira de evitar a extinção em massa.
Ele disse:
Se não nos incomodarmos em ir para o espaço e morar lá, é melhor não ficarmos fingindo que queremos continuar evoluindo e sobrevivendo. O falecido professor Stephen Hawking, que fiquei honrado em conhecer, disse que precisamos viver fora da Terra, caso contrário a extinção é uma inevitabilidade.
Há 100% de chance de um objeto grande o suficiente para eliminar a maioria ou toda a raça humana atingir a Terra, mas não sabemos quando isso acontecerá.
Atualmente, a NASA e a ESA ainda não detectaram um asteroide grande o suficiente para destruir a Terra. Por enquanto, o maior sistema de monitoramento de colisões de asteroide da NASA identificou tamanhos de aproximadamente 1.300 metros de largura. Embora este asteroide seja capaz de destruir uma cidade inteira ou mesmo um estado, não é grande o suficiente para afetar todo o planeta.




















Com a Informação Ovni Hoje.

0 Comentários :

Postar um comentário