Múmias “alienígenas” do Peru: os cientistas acreditam que não são pessoas. Mistério Resumo.

 

Múmias “alienígenas” do Peru: os cientistas acreditam que não são pessoas.

Muitos cientistas chamaram as múmias “alienígenas” encontradas no Peru de farsa. Mas um novo estudo mostra algo diferente.

Análises recentes de um dos humanoides chamado Maria mostraram que ela possui semelhanças biológicas com os humanos, mas com muitas diferenças estruturais morfológicas e anatômicas. Descobriu-se que o crânio alongado do humanoide mumificado não apresenta sinais de deformação artificial. 


Os cientistas também conseguiram descobrir que a múmia foi criada entre 240 e 383 dC, relata o Daily Mail.


A múmia, apelidada de Maria, foi uma das seis múmias encontradas em uma tumba em Nazca, cidade no sul do Peru

A múmia, apelidada de Maria, foi uma das seis múmias encontradas em uma tumba em Nazca, cidade no sul do Peru 


A múmia, apelidada de Maria, foi uma das seis múmias encontradas em uma tumba em Nazca, cidade do sul do Peru, em 2017. O jornalista e ufólogo Jaime Maussan encontrou essas múmias e afirmou que elas são de origem alienígena e que são criaturas que outrora viveram na Terra.


Muitos cientistas afirmaram que essas múmias são na verdade farsas e foram modificadas por ladrões de tumbas. Em 2018, os cientistas, com base em análises de amostras de ADN e outros materiais, chegaram à conclusão de que estas múmias pertencem aos seres humanos 


Essas declarações não impediram Maussan e outros cientistas que continuaram a estudar humanoides. O último estudo foi conduzido por cientistas do Peru. 


Os cientistas descobriram que a múmia não tinha cabelos e orelhas externas, ou seja, havia apenas aberturas nos canais auditivos. Descobriu-se também que o alongamento do crânio não foi criado artificialmente. Os cientistas sugerem que o crânio tinha originalmente este formato. Além disso, o volume do crânio é 30% maior que o de uma pessoa.


Os cientistas descobriram que a múmia não tinha cabelos e orelhas externas, ou seja, havia apenas aberturas nos canais auditivos. Descobriu-se também que o alongamento do crânio não foi criado artificialmente
Os cientistas descobriram que a múmia não tinha cabelos e orelhas externas, ou seja, havia apenas aberturas nos canais auditivos. Descobriu-se também que o alongamento do crânio não foi criado artificialmente 


As varreduras do humanoide revelaram que tinha olhos esbugalhados e mandíbulas superiores e inferiores salientes. Faltavam seis dentes para Maria, os demais estavam muito desgastados e também faltavam três dentes do siso.


Segundo os cientistas, eles encontraram as características mais incomuns do humanoide em seus braços e pernas. A largura dos ossos do pulso e as bases dos três dedos mudam suave e uniformemente, tornando as mãos tão largas quanto as de uma pessoa, mas cerca de 20 cm mais longas. 


Cada dedo da mão possui quatro falanges, ao contrário das três falanges dos humanos. Os ossos do pé se fundem suavemente em três dedos e têm a mesma largura que os de um ser humano, mas aproximadamente 23 cm mais longos. Os dedos dos pés também têm quatro falanges. 


A largura dos ossos do pulso e as bases dos três dedos mudam suave e uniformemente, tornando as mãos tão largas quanto as de uma pessoa. Cada dedo da mão possui quatro falanges, ao contrário das três falanges dos humanos
A largura dos ossos do pulso e as bases dos três dedos mudam suave e uniformemente, tornando as mãos tão largas quanto as de uma pessoa. Cada dedo da mão possui quatro falanges, ao contrário das três falanges dos humanos


Os cientistas também descobriram que o calcâneo de Maria, que forma o calcanhar, tem formato e estrutura diferentes dos humanos. Com base nisso, os cientistas acreditam que esse humanoide não andava completamente reto, mas se movia curvado para manter a estabilidade do corpo. 


A análise também revelou que a criatura sofria de artrite nos braços e pernas, além de danos na coluna. Ao mesmo tempo, as características anatômicas do humanoide ainda indicam que se tratava de um indivíduo do sexo feminino. Mas existem características que são mais típicas dos homens.


No final, os cientistas afirmaram que, de acordo com os resultados da nova análise, esta criatura “é um corpo humanoide dessecado com uma arquitetura biológica semelhante à de um humano, mas apresentando inúmeras diferenças estruturais, bem como características morfológicas e anatômicas”.



0 Comentários :

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Postagem mais recente Postagem mais antiga
 
});