Cientistas simulam um buraco de minhoca e enviam uma mensagem através dele. | Resumo.

 


Usando computadores quânticos, os pesquisadores simularam um buraco de minhoca “bebê” sem romper o espaço e o tempo.
À primeira vista, um buraco de minhoca pode parecer um conceito direto - ligar dois buracos negros em diferentes partes do cosmos para criar um túnel através do qual um viajante espacial possa passar.

Na realidade não é tão simples assim.

Certamente é uma ideia que existe há algum tempo - os físicos Albert Einstein e Nathan Rosen analisaram muito seriamente o conceito em conexão com a teoria geral da relatividade de Einstein, teorizando a existência do que é conhecido como "ponte Einstein-Rosen"

Nos últimos anos os físicos lançaram sérias dúvidas sobre a possibilidade de que tal estrutura pudesse permanecer estável por tempo suficiente para que alguém realmente passasse por ela.

Os cientistas revelaram que conseguiram simular dois buracos negros minúsculos em um computador quântico e criar um buraco de minhoca estável entre eles.

Além do mais, foram capazes de transmitir uma mensagem através dele.

Claro que é importante enfatizar que esta é uma simulação quântica de um buraco de minhoca e não um buraco de minhoca físico real, mas mesmo assim, demonstra que a criação de um real pode ser possível em um futuro (distante).

“Parece um pato, anda como um pato, grasna como um pato”, disse o coautor do estudo, Joseph Lykken.

"É isso que podemos dizer neste momento - que temos algo que, em termos de propriedades que observamos, parece um buraco de minhoca."




Forte:  [The Guardian]


 
});